Bolso Cheio Com Você

Entenda tudo sobre bitcoins

Muito temos ouvido falar em bitcoins e do seu valor de mercado. Porém, se você pretende investir nessa moeda, é preciso conhecer um pouco mais sobre ela. Por esse motivo, hoje vamos conhecer um pouco mais do assunto.

Neste post você vai ver:

Criptomoedas

De onde surgem

Preço dos Bitcoins

Algumas criptomoedas

Investir em criptomoedas.

Como investir

Criptomoedas

De forma simples, criptomoeda é um tipo de dinheiro. Entretanto, é totalmente digital, não podendo ser emitida por nenhum governo. Por ser digital, a transferência de fundos entre investidores pode ser feita em qualquer parte, sem precisar de um mediador para isso.

As criptomoedas são usadas para as mesmas finalidades do dinheiro. Ou seja, servem como meio de troca, reserva de valor, e unidade de conta, quando os produtos são precificados por ela, por exemplo.

De onde surgem?

Outro termo sempre ligado às Bitcoins é mineração. Mas você sabe o que é isso?

Primeiramente, entenda que moedas digitais tem um código que não pode ser alterado e suas transações são protegidas por criptografia.

Dessa forma, como não existe uma autoridade central das transações, é preciso registrar e validar cada uma por um grupo de pessoas.

Esse registro chama-se blockchain. Banco de dados público onde existe um histórico de todas as operações feitas com cada bitcoin. Além disso, cada transação é verificada nesse banco de dados para garantir que não tenham sido usadas antes.

Quem faz esses registros são os mineradores. Em pagamento eles recebem novas unidades da moeda digital. Sendo assim , os bitcoins são criados conforme os computadores da rede verificam a validade das transações do blockchain.

Dessa forma, mineração é a criação de novas unidades de moedas. Para limitar a mineração, os problemas a serem resolvidos, ficam mais difíceis conforme aumenta a capacidade de processamento.

Preço dos Bitcoins

O valor das moedas digitais respeita o lei da oferta e da procura. Sendo assim, quanto mais investidores, mais alto o valor.

Uma vez que, existe um número limitado de moedas em circulação, e novos são criados de forma previsível e decrescente, gerando estabilidade de preço conforme a demanda se mantém.

Algumas criptomoedas

Apesar de o Bitcoin ser a mais conhecida, não é a única criptomoeda que existe. Cada uma delas diferente da outra. Por esse motivo, vou te falar de algumas delas.

Bitcoin

Mais conhecida das moedas digitais. Surgiu em 2008, durante a crise global do mercado de hipotecas americano. Seu objetivo era substituir o dinheiro de papel, eliminando os bancos para intermediar operações financeiras.

Segundo o inventor, o máximo de bitcoins em circulação será de 21 milhões, sendo minerado o último em 2140.

Bitcoin Cash

Nova versão do Bitcoin original, criada. Desenvolvida para melhorar a primeira moeda, que tem taxas elevadas e tempo de processamento de operação muito grande. A principal diferença entre elas é o tempo de confirmação das transações, assim baixando o valor das taxas.

Ethereum

Antiga Ether. Porém, em 2016 foi encontrada uma falha ni sistema, permitindo um roubo de US$ 50 milhões. Com isso, foi gerada uma dúvida em relação ao futuro dessa moeda. Assim, a comunidade criadora decidiu criar uma nova rede.

Surgiu assim o Ethereum, valendo mais que a primeira versão.

Também usa o blockchain para validar suas transações. Está hoeje entre as criptomoedas mais negociadas do mundo.

Litecoin

Criado em 2011 é bem parecido com o bitcoin. A principal diferença é o processo de mineração. Sendo que o tempo de confirmação de transações é menor. Por isso, é considerado melhor para operações do dia a dia. Além de ser projetado para produzir mais unidades, tendo como limite 84 milhões de moedas.

Esses são apenas alguns exemplos, existindo ainda várias outras criptomoedas para conhecer.

Investir em criptomoedas.

Existem algumas vantagens em investir em criptomoedas. Embora sejam ativos recentes e com uma lógica própria de funcionamento. Dessa forma é preciso conhecer seu funcionamento na hora de escolher esse investimento.

Só para exemplificar algumas vantagens:

Liberdade de pagamento: Com um Bitcoin, é possível enviar ou receber qualquer valor instantaneamente em qualquer lugar.

Taxas baixas: Atualmente, pagamentos realizados com moedas digitais são processados com taxas baixas ou até isentas. Há cobranças caso os usuários desejem ter uma confirmação mais rápida das operações pelo sistema. Para o comércio em geral, existem serviços baseados em Bitcoins em que o processamento das vendas e a transferência dos valores são realizados diariamente e com custos menores do que os dos métodos tradicionais, como PayPal ou redes de cartão de crédito.

Transparente: Todas as informações sobre a oferta de unidades de Bitcoin ficam disponíveis na blockchain para qualquer pessoa. Ninguém, nem nenhuma organização, pode controlar ou manipular o protocolo da moeda digital porque ele é criptografado. Com isso, o núcleo do Bitcoin é reconhecido como confiável por ser neutro, transparente e previsível.

Quem aposta no mercado de moedas digitais, por outro lado, precisa estar atento para uma série de detalhes que são específicos desse segmento. Alguns deles são:

Grau de aceitação: Como uma quantidade relativamente pequena de pessoas conhece e – menor ainda – usa as moedas digitais, são poucos os estabelecimentos que aceitam essa forma de pagamento, conforme informa o site Bitcoin.org.

Volatilidade: Grandes ajustes de preços não são raros em moedas digitais como o Bitcoin. Isso acontece exatamente porque, aos poucos, as criptomoedas estão ganhando visibilidade, o que atrai muitos novos usuários e acaba sobrevalorizando o ativo.

Segurança: Embora seja muito segura, existe or risco do usuário apagar ou perder seus bitcoins. Uma vez perdido o arquivo, está perdido o dinheiro.

Como investir

É possível comprar cotas de fundos de criptomoedas, negociando com uma corretora, aceitando como pagamento em algum negócio, ou minerando.

A forma mais simples é adquirindo cotas de fundos. Desde 2018 a Comissão de Valores Mobiliários permite os fundos brasileiros de fazer investimentos diretos em criptomoedas no exterior.

Esses fundos são uma alternativa para entrar no mercado de criptomoedas. Contudo, como qualquer investimento, é preciso conhecimento e informação.

Desse modo a forma mais segura de investimento é através de uma corretora de confiança. Procure sempre ajuda na hora de fazer seus investimentos para garantir maiores ganhos e com mais segurança.

Artigos relacionados

Porque investir em Ouro?

O ouro, ao contrário de outros investimentos, consegue manter seu valor com o passar do tempo. Por esse motivo, é possível, inclusive passar esse investimento

Tudo que você precisa saber sobre FIIS

Atualmente, o mercado imobiliário é um dos melhores investimentos. Além de benefícios, tem a possibilidade de uma boa rentabilidade. Por isso, se você está interessado

Os segredos das criptomoedas

As criptomoedas estão crescendo no mercado, a mais famosas delas é o Bitcoin, porém existem outras tantas, e muitas que ainda vão surgir. No entanto,

Lives

Bolsa de Valores – Do pregão viva voz aos dias de hoje
Câmbio e suas estratégias
Descubra formas de rentabilizar o caixa da sua empresa
Investir em FIIs ou Imóveis ? Receba dividendos de todo o Brasil
Visão de Mercado com a Módulo Capital